"My Take on Me" (Morten Harket)

No Reino da Noruega, Morten Harket é considerado o maior artista da história do país escandinavo. E o A-ha, claro, a maior banda. Também, pudera: em 30 anos de carreira, o trio de pop-rock vendeu mais de 80 milhões de discos no mundo todo, boa parte em lojas brasileiras. Quando o cantor pisou pela primeira vez no Brasil, em 1989, a banda já havia emplacado hits como Take on Me, Hunting High and Low e You Are The One, além de ter no currículo uma trilha de 007: The Living Daylights. Em 1991, tocou no Maracanã para 200 mil pessoas na segunda edição Rock in Rio e entrou para o Guinness Book. “O som quente que veio do frio”, foi como descreveu a imprensa nacional na época. Eles haviam conquistado de vez o país tropical. Neste livro você vai saber como um garoto de subúrbio, que sofria bullying na escola, virou o frontman do grupo que fez sucesso mundial com o synthpop romântico e marcou a cena musical da década de 1980, ao lado de Duran Duran, Pet Shop Boys e Wham! O jovem que era conhecido por sonhar acordado na Noruega mudou para a Inglaterra e virou realidade: Morten Harket, umas das vozes mais respeitadas e invejadas do meio artístico, revela aqui mais que sua arte. Stay On These Roads, we shall meet. 

Rodrigo Rodrigues – Jornalista e Músico.

Eu me lembro que, quando eu tinha 11 anos, havia ensaio da peça teatral "A Festa da Mamãe", combinada a ideias da histótria do Pequeno Polegar de Charles Perrault, música dos Bee Gees ("Night Fever") e do A-ha em várias sequências de shows. E advinhe qual música tocava? "You Are The One"! Só mais tarde é que descobri que o A-ha era 100% norueguês e as músicas do Morten Harket eram de sua co-autoria ("Under the Makeup", do CD Cast in Steel, é uma música que o trouxe o A-ha de volta aos eixos). E recentemente o cantautor escandinavo escreveu seu livro, My Take On Me, que vale a pena o leitor dar uma lida do início ao fim!



My Take on Me (Booktrailer)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Palestra 30: "Nas asas do pássaro azul, a alegoria da felicidade em massa"

Palestra 16: "Cinquenta tons de Kama Sutra"

Tanabata Matsuri