Música que inspira: "Otokobana" (Kiyoshi Hikawa)

Beleza cavalheiresca (男花 Otokobana), composição de Akira Umehara, é um megahit do cantor japonês Kiyoshi Hikawa e essa fala de determinação, influenciada pelo azul do mar. 
Só pra se ter uma ideia, Otokobana contém o som ritmico do taiko, que representa o balanço dos oceanos (a música começa, prossegue e termina com essa percussão tocada no decorrer da faixa). Dizem por aí que ora representa o chamado do mar (para os nossos japoneses), ora o canto da sereia (para nós)! Se você prestar atenção nesse tum-tum-tum do taiko que toca nessa música, você nota o quão ritmica é a batida dele próprio e o quão encantador é o modo como atrai quem gosta de ser determinado. 

Otokobana tem 2 versões. A versão do álbum (que contém 2 versos e uma conclusão) entrou na primeira a ir para as lojas e plataformas digitais (é a faixa 4 do CD Shin - Enka Meikyoku Collection: Sasurai Bojou, lançada em 8 de julho de 2015). Algumas semanas depois, os fãs queriam que essa música fosse um single, contanto que tivesse o terceiro verso pra completar. Como resultado, a versão do single, a pedido de muitos de seus fãs (e já completo e com 3 versos), foi lançada em 29 de setembro de 2015. A partir daí, a versão do single de Otokobana passou a ser um sucesso, sendo assim a melhor música mais tocada em todo o Japão, bem como a versão do single melhor conhecida. 

Os dois videoclipes da mesma música Otokobana foram filmados em locação na região litorânea de Kanto (Japão), mas em datas diferentes, ambos com três meses de diferença. Primeiro tanto em estúdio quanto em Kanto em meados de maio (o clipe foi postado em 23 de junho, veja o vídeocomentário de Kiyoshi Hikawa sobre como o clipe foi feito via YouTube) e depois inteiramente na mesma Kanto em meados de agosto (o clipe da segunda versão foi postado em 21 de setembro). Não por acaso, ambos mostram a influência do mar azul (e curiosamente da história metafórica e fabulosa do Astro do Dragão) através de um lindo cenário junto ao mar, sequências espetaculares e os trajes esvoaçantes azuis mais notáveis que Kiyoshi veste para despertar seu tritão interior. Achei interessante e ao mesmo tempo audiovisualmente bonito, e o que me chamou atenção foi o fato de meu conto Riyu Tyango, o Astro do Dragão ter inspirado o clipe da música Otokobana do cantor Kiyoshi Hikawa, que dirá no caso dele próprio! Mais: se você assistir os 2 clipes da mesma música, você vai notar que as cenas espetaculares totalmente litorâneas são de tirar o fôlego e vão te inspirar cada vez mais toda vez que escutar essa música Otokobana - e pensar no mar com muito carinho!

Fonte:
ORICON STYLE: O clipe musical (mesmo "proibido") e os comentários, ambos de Kiyoshi Hikawa, são postados no YouTube (23 de junho de 2015) http://www.oricon.co.jp/news/2054728/full/

ORICON STYLE: Kiyoshi Hikawa deriva novo visual "proibidão" de um homem de sex appeal http://www.oricon.co.jp/news/2058877/full/ 

ORICON STYLE: (Oricon) A música nova de Kiyoshi Hikawa aparece pela primeira vez em segundo lugar, chegando ao Número Um no Top 10 categoria enka http://www.oricon.co.jp/news/2060319/full/

Otokobana (versão do álbum)




Otokobana (versão do single)





氷川きよし 男花(PV) 蔵出し演歌PV por o_neechan_yamete_agete

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça Ritinha, a mais linda das sereias da novela "A Força do Querer"

Palestra 30: "Nas asas do pássaro azul, a alegoria da felicidade em massa"

Palestra 16: "Cinquenta tons de Kama Sutra"