Palestra 24: "Mark e Neri: o fundo do mar é com os dois!"

Ela não é uma garota comum como outra qualquer: pelo contrário, ela é uma bela garota de ancestria atlante, habilidades aquáticas, nado golfinho (similar ao de Mark Harris, seu conterrâneo) - ela nada feito golfinho sem dar braçada nenhuma - e que respira tanto água como ar. (E, claro, a filha de dois mundos: a Atlântida e a superfície!) O nome dela é Neri McKenzie, sobrinha em segundo grau de Namor McKenzie, e tem 30 anos! Não demorou muito e logo os dois se conheceram naquele momento.

- A Garota do Fundo do Mar

Eu assisti pela tevê a série O Homem do Fundo do Mar quando eu tinha três para cinco anos (fosse na TV Band, fosse na Record) e de uma forma ou de outra, eu fiquei encantada com Mark Harris e suas habilidades marinhas além de cenas submarinas mais cativantes. O que ninguém tinha noção era que, 17 anos depois da estreia da série nos States, vinha na Austrália a série Ocean Girl, que tinha Neri como "a parente distante de Mark Harris", coisa nunca antes vista até então. 

MAN FROM ATLANTIS: CATIVANTE ATÉ HOJE

Anos antes da série estrear, a NBC e a Marvel Comics estavam em negociação para trazer as telinhas as histórias do herói Namor the Submariner, mas o projeto do Príncipe Submarino foi boicotado por Gene Roddenberry, por causa dos desentendimentos entre ele e a Marvel, em virtude da semelhança física entre os personagens Spock de Jornada nas Estrelas: A Série Clássica e o Príncipe Namor. Assim, Herbert F. Solow e Mayo Simon foram contratados para fazerem algumas mudanças no projeto dando origem a um piloto para a série O Homem do Fundo do Mar (Man From Atlantis).

O programa estreou nos Estados Unidos ainda em setembro de 1977, e o produtor Herman Miller, que dois anos antes já havia realizado o sucesso Kung Fu, tinha convicção que um seriado com aventuras marinhas seria bem aceito na ocasião, mas a série não passou de uma temporada.

O mais legal são as mãos de Mark Harris, com membranas interdigitais (isso mesmo, entre os dedos). Isso porque, pelo fato de ser um atlante, nada feito um golfinho, sem braçada nenhuma. 

Para você saber, aqui vai a sinopse: 
Um misterioso homem é encontrado nas praias com amnésia. Chamado de Mark Harris, cientistas descobrem ser ele uma espécie de anfíbio e acreditam que seja o último sobrevivente da cidade perdida de Atlântida. Dotado de extraordinárias habilidades tais como respirar debaixo d'água e resistir a extrema pressão, além de possuir super-força, Harris tinha guelras próximas às orelhas e membranas entre os dedos das mãos e dos pés, além de olhos especiais que o permitiam enxergar nas profundezas do oceano.

Harris entra para a equipe da Fundação de Pesquisas Oceânicas, uma agência do governo americano que explora as profundezas dos oceanos em um sofisticado submarino chamado Cetacean. (Em algumas viagens foi exibido uma miniatura criada pela equipe de Gene Warren).Harris tinha um interesse romântico, a Dra. Elizabeth Merrill (que o ajudara a se recuperar). Outro companheiro era CW Crawford. Os dois trabalhavam na Fundação. O vilão era o Senhor Schubert, que aparece no filme piloto e em vários episódios da série.

Momento marcante: Sereno, e por vezes bastante pensativo, Mark Harris decide ir embora já no final do primeiro episódio, mas após refletir nas experiências que passou junto aos terráqueos e na afeição entre ele e a Dra. Elizabeth, ele retorna e finda o primeiro episódio da série com a frase: “Eu não aprendi o bastante."

Apesar do pouco sucesso, O Homem do Fundo do Mar guarda o título de ser a primeira série de televisão americana a ser comprada pela República Popular da China.

No Brasil o sucesso do seriado O Homem do Fundo do Mar foi melhor que em seu país de origem, sendo exibido pela Rede Globo nas noites de segunda-feira. Seu piloto foi apresentado no dia 5 de fevereiro de 1978 às 20h55 e a partir daí ganhou espaço semanal na emissora. Ainda em março de 1978 transferiu-se para os domingos à tarde dentro da faixa chamada Super Heróis que ia ao ar às 16h. Ficou na Globo até 1979.

O herói chegou a ter uma revista em quadrinhos e um álbum de figurinhas.

Em 1981 O Homem do Fundo do Mar apareceu novamente na televisão brasileira agora pela TV Bandeirantes (Band) que exibia a série diariamente às 15h45. Permaneceu na emissora menos de um ano e só voltou a ser exibida em 1983, agora pela TV Record que mostrava o programa nas terças-feiras às 20h.

A série O Homem do Fundo do Mar tinha como temática o mar, a Atlântida e seus elementos. Quando eu tinha 27 anos, pesquisei tudo sobre Man from Atlantis (e mais temáticas como a Atlântida) e acabei fazendo a jaqueta igual a da tripulação do Cetacean. Essa jaqueta náutica do Cetacean agora é uma relíquia preciosa minha. 

A cellista chinesa Tina Guo regravou em 2012 a versão épica da música-tema do seriado O Homem do Fundo do Mar, composta pelo compositor Fred Karlin, falecido em 2004 - e com arranjos refeitos por Austin Wintory. Tudo para as comemorações dos 40 anos da série (ocorrida em 2017). Essa música é disponível para download no iTunes e em todas as plataformas digitais.

OCEAN GIRL: NOS PASSOS DE MARK HARRIS

Em contrapartida, O Homem do Fundo do Mar ganhou sua parceira, só que australiana. Trata-se de Ocean Girl (no Brasil, A Garota do Fundo do Mar) e é uma série australiana de ficção científica destinada a audiências familiares e estrelando Marzena Godecki como protagonista. O show é ambientado em um futuro próximo, e se concentra em uma garota incomum chamada Neri, que vive sozinha em uma ilha, e as amizades que ela desenvolve com os habitantes de uma instalação de pesquisa subaquática chamada ORCA (Oceanic Research Center of Australia). O show é um exemplo de ficção científica de ecologia profunda.

Neri - a personagem-título - é uma garota com uma afinidade para a água, super-força humana, a capacidade de nadar longas distâncias, e a capacidade pulmonar sobre-humana. Ela vive sozinha em uma ilha de outra forma deserta, e dorme em um ninho em uma árvore. No início da primeira temporada, Neri faz amizade com dois meninos australianos: Jason e Brett Bates. Os irmãos Bates vivem em uma elaborada investigação subaquática e instalações de proteção ambiental chamado ORCA (Oceanic Research Center of Australia), localizado perto de Port Douglas, Queensland. No início da série, sua mãe, Dra. Dianne Bates, foi designada para ORCA para estudar o canto da baleia na esperança de facilitar a comunicação entre espécies. Uma parcela significativa da série ocorre na própria ORCA e analisa as atividades de seus habitantes, que inclui as crianças em idade escolar dos cientistas residentes, como Jason e Brett. Jason inicialmente descobre Neri enquanto em uma expedição de rastreamento de baleias com sua mãe. Ao tentar marcar uma baleia usando um arpão do barco, Jason é assustado por uma garota (Neri) que aparece na água e se posiciona entre Jason e a baleia, dizendo: "Não, não!" Jason congela e não consegue soltar o arpão. Dr. Bates corre para o convés do navio, pega o arpão e marca a baleia, embora falte a área-alvo pretendida. Dr. Bates está furiosa com Jason, e não acredita em sua história sobre uma garota aparecendo na água. Na verdade, ninguém acredita em Jason de cara e ele é ridicularizado pelas outras crianças na ORCA. Brett é o segundo personagem a saber da existência de Neri. A amizade de Brett e Jason com Neri é em primeiro lugar um segredo altamente guardado devido ao medo de Neri de outros seres humanos.

À medida que a série avança, é revelado que Neri veio à Terra em uma nave espacial com seu pai quando ela era jovem, embora a morte dele logo após o acidente da nave deixou Neri para se defender. Antes de conhecer Jason e Brett, o único amigo de Neri era uma baleia-jubarte (um jali na língua nativa de Neri), a quem ela chama "Charley", e com quem ela pode se comunicar. Mais tarde na série, a curiosidade de Neri a leva a explorar a ORCA, enquanto o estudo do Dr. Bates sobre o canto de Charley ajuda a identificar Neri como o destinatário dessa canção. Eventualmente, o Dr. Bates e seu assistente, Dr. Winston Seth, se envolvem no esforço de Jason e Brett para manter Neri em segredo, ao mesmo tempo em que realizam inúmeros testes em Neri para entender como ela é capaz de se comunicar com as baleias.

Ao mesmo tempo em que a família Bates aprende sobre Neri, uma organização de pesquisa rival, a UBRI Corporation, é introduzida. Dirigido pelo sinistro Dr. Hellegren, o UBRI aprendeu que uma espaçonave desembarcou em algum lugar nas proximidades da ORCA, e iniciou sua própria busca por qualquer pessoal que possa ter sobrevivido. Simultaneamente, trabalham em outros projetos que ameaçam a ecologia natural do oceano ao redor da ORCA. Eventualmente, eles puseram em jogo um esforço para construir a chamada "ORCA City", uma elaborada construção subaquática que provavelmente irá erradicar grande parte da vida natural no fundo do mar. Em resposta, a missão do Dr. Bates muda ao longo da série de cetólogo para ambientalista. Este papel torna-se mais proeminente a partir da terceira temporada, quando os representantes do UBRI se estabelecem a bordo da ORCA. Conseqüentemente, a série muda para um tom mais sério em suas temporadas seguintes.

Enquanto Neri gradualmente descobre mais de sua ilha e ORCA, ela também começa a entender sua maior finalidade. Este auto-despertar é particularmente reforçada por encontros com outros de sua espécie. Na segunda temporada, ela descobre sua irmã, Mera, e os dois têm a oportunidade de retornar ao seu planeta natal. Mera aproveita esta opção, mas Neri permanece, sentindo que ela deve descobrir o que seu pai estava tentando fazer na Terra. Na terceira temporada, ela ganha entrada na espaçonave derrubada que originalmente a trouxe para a Terra. Lá, ela encontra outra de suas pessoas em animação suspensa. O novo personagem, Kal, prova ser o filho do comandante da nave, e ajuda-a a bater no núcleo da memória da nave. Ela encontra o tronco da nave, no qual a mãe de Kal explica que o pai de Neri devia reparar o dano causado aos oceanos da Terra com um dispositivo avançado chamado Synchronium. Ela então dedica sua vida à causa de seu pai, dando-lhe um sentido genuíno de propósito que ela talvez tivesse faltado anteriormente na série. Kal cresce ciumento do forte vínculo entre Neri e Jason Bates, e começa a odiar os amigos de Neri na ORCA. Como protesto, Kal deixa a ilha. Neri e seus companheiros do ORCA vão buscá-lo, mas são incapazes de encontrá-lo como ele foi capturado pelo UBRI. A UBRI engana Kal em acreditar que o homem deve levar (como ele tinha sido doutrinados em costumes sociais matriacais de seu povo), e ele cria uma aliança com o Dr. Hellegren para roubar as peças de Synchronium que Neri e Mera ter escondido em uma caverna secreta .

Enquanto o elenco principal recebe novas motivações pela mudança de UBRI para ORCA e aparência de Kal na ilha, o elenco secundário muda radicalmente no início da terceira temporada. Todas as crianças originais são substituídos por uma tripulação nova, e mais adultos são adicionados ao pessoal de ORCA.

À medida que Neri começa a missão de seu pai, ela está cada vez mais longe de sua ilha. Começando no meio da terceira temporada, alguns episódios são principalmente baseados em terra. Na quarta temporada, alguns episódios são definidos no Egito, e a busca de seu pai eventualmente a leva de volta para o "Planeta Oceano", seu planeta natal. A maioria das parcelas envolvendo os filhos secundários em ORCA são reduzidos na temporada final, a fim de permitir uma maior exploração do mundo natal de Neri. Vários novos personagens de espécies de Neri são introduzidos. Da mesma forma, a ameaça de UBRI desaparece, para ser substituída por uma nova organização, PRAXIS e por rebeldes no Planeta Oceano. Este grupo é dedicado a proteger contra quaisquer ameaças colocadas pela vida extraterrestre, e seus agentes chega a acreditar que Neri e seu povo são um problema para a Terra. Eles perseguiram Neri e os meninos Bates em todo o mundo. Quando uma misteriosa pirâmide submarina é descoberta no oceano, Neri e os meninos de Bates entram e descobrem mais sobre o Planeta Oceano e a missão de Neri na Terra.

Quando a rebelião no Mundo Oceânico está crescendo, Mera escapa para a Terra e se reúne com Neri. Mas PRAXIS vê esta pirâmide como um perigo para a Terra. Grande parte da última temporada está, portanto, preocupada com a tentativa de PRAXIS de atacar a pirâmide, bem como com um "Vírus Vermelho", que está se espalhando nos oceanos do planeta natal de Neri, o Planeta Oceano. Eventualmente, no final da série, Jason, Brett e Neri são capazes de repelir os esforços de PRAXIS e a rebelião, e a Terra é salva. Neri permanece na Terra como a embaixatriz do Planeta Oceano, e ela e Jason finalmente se tornam um casal.

Ocean Girl decorreu por quatro temporadas - 78 episódios! - , e foi transmitido de 29 de agosto de 1994 a 22 de dezembro de 1997 na Network Ten australiana. (Contrário a série O Homem do Fundo do Mar, que só teve uma temporada, e durou de setembro de 1977 a junho de 1978, com 4 filmes e 13 episódios.) Fez sucesso na Austrália e outros países, mas nunca chegou ao Brasil, já que a série é inédita por aqui (as duas únicas séries conhecidas por aqui são H2O: Just Add Water e Mako Mermaids).

Neri  - cujo nome vem de "nereida", do grego Νηρείς "Nêrêis" (Filha de Nereu), a partir de νέειν  "néein", (nadar) - tem as mesmas capacidades que Mark Harris. Mesma habilidade, mesmo nado golfinho. É encantadora porque possui alma de sereia e nereida ao mesmo tempo - e espírito de atlante. Tanto que ela ganhou uma fã-ficção/tema livre chamada "A Garota do Fundo do Mar", onde tem uma garota atlante - ela se chama Neri McKenzie.

NERI McKENZIE, A GAROTA COM ALMA DE SEREIA ATLANTE

Certa vez na costa australiana, o oceanauta Kohtaro Onoda foi mergulhar no mar quando de repente viu uma garota nadando com um golfinho. Era Neri McKenzie, uma garota que veio da Atlântida. Os dois se conheceram e se tornaram amigos desde então. Seja no mar, seja em terra firme, a amizade entre Neri e Kohtaro começa a florescer e dar frutos.

Não por acaso, ambas as personagens chamam-se Neri. Assim como a Neri de Ocean Girl, que além de nadar no fundo do mar se revela ter vindo do Planeta Oceano, a Neri do meu livro Contos e Temas Livres tem as mesmas características e habilidades da mesma garota com alma de sereia atlante. Além disso, Mark Harris também é atlante, o que faz do mar um maravilhoso lugar na Terra pra se nadar e navegar.

Postei neste espaço links sobre meus dois amigos e camaradas do fundo do mar. Assim, você vai se aprofundar mais sobre o tema.

Fonte: Wikipédia

Man from Atlantis https://pt.wikipedia.org/wiki/Man_from_Atlantis

Ocean Girl (em inglês) https://en.wikipedia.org/wiki/Ocean_Girl

InfanTV http://www.infantv.com.br/infantv/?p=11134


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça Ritinha, a mais linda das sereias da novela "A Força do Querer"

Palestra 30: "Nas asas do pássaro azul, a alegoria da felicidade em massa"

Palestra 16: "Cinquenta tons de Kama Sutra"